A Universidade Federal de Mato Grosso coloca à disposição da sociedade mato-grossense, brasileira e dos países vizinhos, mais um Programa de Pós-Graduação aprovado pela CAPES em julho de 2007. O fortalecimento da pós-graduação da UFMT vai ao encontro da fundamental política de descentralização da produção de conhecimento no país. Os novos meios de comunicação, os processos globais de circulação e difusão imediata do conhecimento produzido do mundo abalam a antiga prática de concentração em centros privilegiados da formação qualificada, da pesquisa científica e da produção intelectual.

A UFMT assume suas obrigações e potencialidades como instituição de ensino superior em todo o seu leque de competências, inclusive na pesquisa científica e na formação pós-graduada stricto sensu.

O Programa de Pós-Graduação em Estudos de Cultura Contemporânea (Mestrado e Doutorado – ECCO), pertencente à Área Interdisciplinar da CAPES, atende também às exigências das transformações da sociedade e da própria ciência.

Por um lado, temos na região, nos últimos 40 anos, uma avalanche de transformações de toda ordem provocadas pela migração e ocupação massivas, aos quais se imbricam os processos mundiais de circulação global de pessoas, de bens e de valores. As implicações sociais e culturais são incalculáveis. É tarefa, deste Programa, sondar, descrever, avaliar, criticar esses processos em suas dimensões globais ou transnacionais e em suas particularidades locais.

Por outro lado, a própria ciência tem se confrontado com as limitações de sua organização disciplinar para lidar com o novo cenário social e algumas áreas de investigação como é o caso da cultura. Em função dessa tendência manifesta de articulação ou interação de várias disciplinas é que este Programa propõe uma formação temática e problematizora no campo da cultura. Privilegia, também, os fenômenos específicos que constituem a contemporaneidade, visando atender à necessidade de pensar o local na relação estreita com aquilo que acontece com o mundo, ou de pensar no mundo pelo viés da singularidade que nos atravessa.

Entendemos que a UFMT está em condições de assumir suas obrigações e potencialidades como instituição de ensino superior em todo o seu leque de competências. E, dessa forma, o curso de doutorado em Estudos de Cultura Contemporânea, em associação ao mestrado existente, visa a atender a emergência de pensar as condições de produção e os caminhos que se desenham para esta região, cujos processos próprios oriundos da migração e ocupação massivas imbricam-se às transformações de ordem mundial.

As implicações sociais e culturais são incalculáveis. Os profissionais das áreas de Humanidades e Sociais, no Brasil e na América Latina, independente do campo disciplinar em que atuam, são constantemente instados a lidar com as questões colocadas, por exemplo, pelos processos de mercantilização da cultura, de midiatização de práticas tradicionais, de emergência de novos rituais de vinculação social,  bem como são desafiados a inventar outras possibilidades de pensar a realidade resultante das transformações referidas. Uma formação temática e problemática no campo da cultura nesta região, seja o Mato Grosso, o Centro-Oeste ou a América Latina, vem atender a necessidade de pensara si mesma na relação estreita com aquilo que acontece com o mundo e de pensar no mundo pelo viés da singularidade que nos atravessa.

Regimento interno

 

Cidade possível

 

Cronograma de percurso
(Mestrado)

buss

Corpo, consumo e saúde: reflexões contemporâneas

 

Folkcom Cuiabá 2015

 

Doutorado ECCO

Informativo sobre o curso

 

 

 

CERTIFICADOS DISPONÍVEIS:

1) ROTINAS E RUPTURAS

2) MUSICIEN

 

NORMAS